Você já ouviu falar dos Mercados em Condomínios?

Atualizado: 4 de abr.

Tenho certeza que já bateu aquela vontade de fazer um brigadeiro de madrugada, faltou leite condensado e não havia mais nenhum lugar aberto para comprar.


Já acordou de manhã, abriu a dispensa, percebeu que não tinha filtro de papel e, sem tempo de ir ao mercado, começou o dia sem o clássico café coado matinal.


Ou então, estava atrasado para o trabalho e viu que a pasta de dente acabou...

É exatamente para isso que os mercados em condomínios surgiram: os micromercados, como popularmente chamados, são mercadinhos autônomos instalados normalmente dentro de condomínios residenciais que possibilitam os moradores ou visitantes a comprarem alimentos, produtos de higiene e limpeza 24h por dia.


VOCÊ SABIA? Já existem mais de 4,5mil lojas que foram abertas neste ramo, esse mercado está crescendo tanto por se tratar de um baixo investimento, com retorno rápido e estima-se que esse mercado comporta mais de 100mil unidades de produto. É por isso que você deve investir em um micromercado.

O sistema é baseado na honestidade, ou em inglês no Honest Market, sem atendimento ou monitoramento presencial. O morador escolhe os produtos e efetua o pagamento utilizando um totem, escaneando o código de barras ou selecionando o produto em um aplicativo.


A forma de pagamento é no modelo Cashless, possibilitando usar aproximação de cartões, transferências instantâneas (PIX) e QR Code por meio de carteiras digitais. Tudo isso acontece em poucos cliques e toda a operação leva, aproximadamente, 1 minuto.

Os mercados em condomínios oferecem diversos benefícios e abastecer a despensa sem precisar sair do conforto de sua casa é um deles.


“Mas como funciona ter um mercado no meu condomínio?”


O morador precisa somente se locomover do seu apartamento até o local onde o mercado está instalado (na maioria das vezes localizados no estacionamento, salão de festa ou área aberta), por isso pode ser considerado na categoria de mercado de proximidade.


O mercadinho é 100% autônomo e autossustentável, o condomínio não precisa ter funcionários ou gastos empregatícios e ainda há valorização do mesmo, facilitando futuras locações e vendas. Toda a responsabilidade fica com o operador (como são chamados os proprietários desses estabelecimentos).


A tecnologia é a principal ferramenta para que um mercado autônomo funcione corretamente e é via sistemas de gestão e monitoramento online que tudo acontece.


A VMtecnologia fornece a tecnologia e disponibiliza um sistema de gestão e monitoramento completo para este modelo de negócio. Com a plataforma VMpay, o operador tem total controle do seu mercado. Nós também oferecemos outros tipos de soluções de autoatendimento, como totens e acessórios para melhorar a performance do seu negócio.


Quer saber mais dessa tendência que só cresce no Brasil, e no mundo, ou quer iniciar a operação?


Clique no botão do Whatsapp, mande suas dúvidas ou fale com um de nossos consultores.


61 visualizações0 comentário